Venda de automóveis a diesel na Europa cai em setembro, aumentam as matriculas de carros a gasolina - TD Crédito

Outubro 30, 2018

Em termos de marcas o Opel Corsa liderou as vendas na Europa em setembro, com 24.752 unidades vendidas, superando o Ford Fiesta, com 22.478 carros matriculados e o Renault Clio, com 21.944 unidades vendidas. O Reino Unido e a Alemanha lideram o ranking por países onde mais carros foram vendidos.

As vendas de veículos a diesel representaram 33% do mercado europeu de automóveis em setembro, o que se traduz em uma queda de nove pontos percentuais em relação ao mesmo mês do ano anterior, notícia a agência Europa Press citada pelo El Economista.

Como resultado, os registos de veículos movidos a gasolina aumentaram sete pontos percentuais no mês passado em relação a setembro de 2017, alcançando 58% do total de entregas de carros, tal como os veículos de energias alternativas, que passaram de 5,4% para 7,9%, segundo dados da Jato Dynamics recolhidos pela Europa Press.

Por marcas, o Opel Corsa liderou as vendas na Europa em setembro, com 24.752 unidades vendidas, uma subida de 5% face a igual período do ano passado, superando o Ford Fiesta, com 22.478 unidades, mais 20%, e a Renault Clio, com 21.944 unidades, 18% menos que há um ano.

O ‘Top 5’ foi completado pelo Toyota Yaris, dos quais 19.479 unidades foram registadas no passado, com um aumento de 2%, e o Peugeot 208, com 17.751 unidades, 12% menos que há um ano.

Os restantes modelos vendidos na Europa no mês passado foram o Mercedes-Benz Classe A, com 17.680 unidades, 7% mais do que no mesmo mês do ano passado; o Citroën C3, com 16.307 unidades, mais 1%; o Fiat 500, com 15.876 unidades, 16% a menos do que em setembro de 2017; o Volkswagen Polo, com 15.864 unidades, uma queda de 21%, e o Peugeot 3008, com 15.315 unidades, um aumento de 8%.

Quanto às marcas ditas populares, a Opel / Vauxhall foi colocada no nono mês do ano como a empresa líder no mercado europeu, com 80.920 carros comercializados, representando uma queda de 12% em relação aos dados registados no mesmo mês do ano anterior.

O ranking foi completado pela Ford, com 80.813 unidades matriculadas no mês passado, 14% menos do que no mês homólogo, e a BMW, com 80.258 unidades, 7% menos. Na quarta posição ficou a Mercedes-Benz, com queda nas entregas de 14%, para 79.685 unidades, e a quinta, a Volkswagen, com 74.469 unidades, uma queda de 53%.

O ranking das dez marcas mais populares no mês de setembro na Europa, a Peugeot, com 72.696 unidades, o que traduz uma queda anual de 5%; Renault, com 63.988 unidades, menos 33%; a Toyota, com 61.952 unidades, uma queda de 2%; a Hyundai, com 46.532 unidades, 11% menos que há um ano, e a Skoda, com 45.993 unidades, a vcair 29%.A

Segundo o El Economista, o Reino Unido liderou o comércio de automóveis na Europa, com 338.834 carros matriculados, o que traduz uma queda de 20,5% face a setembro de 2017; seguido da  Alemanha, com 200.133 unidades, menos 30,5%. Por sua vez, a França e a Itália ocuparam a terceira e quarta posições, com 148.279 (-12,9%) e 125.319 unidades (-25%), respectivamente.  Espanha foi o quinto mercado europeu com o maior volume comercial em setembro, segundo o site espanhol. No país vizinho foram registados 70.308 veículos no mês passado, o que se traduz numa queda de 16,8% em relação ao mesmo mês de 2017.

Outras Notícias

 

Junho 29, 2018

Tesla vai pôr clientes a produzir automóveis

Ler notícia

Março 27, 2018

O primeiro carro português que voa chega em 2022

Ler notícia

Abril 30, 2018

IRS automático: entreguei a declaração mas enganei-me. Como posso alterar?

Ler notícia