O que é o IRS Jovem? - TD Crédito

Março 30, 2021

O IRS Jovem é um regime de isenção parcial de IRS destinado a jovens que estão a obter rendimentos de trabalho dependente, pela primeira vez, depois de concluírem um determinado ciclo de estudos. O regime beneficiará os jovens elegíveis durante 3 anos.

Detalhes do IRS Jovem

Quem tem acesso?

Este regime passou a aplicar-se pela primeira vez aos rendimentos de 2020 e terá efeitos práticos em termos de liquidação / reembolso do IRS na campanha de apuramento do IRS que decorre em 2021.

Este regime destina-se a jovens que cumpram, cumulativamente, aos seguintes requisitos:

  • Idade compreendida ente 18 e 26 anos;
  • Obtenham rendimentos de trabalho dependente (Categoria);
  • Não sejam considerados dependentes (ver critérios aqui);
  • Ter concluído ciclo de estudos, igual ou superior ao nível 4 do Quadro Nacional de Qualificações.

Recorde-se que o nível 4 corresponde a “Qualificação de nível pós-secundário não superior com créditos para o prosseguimento de estudos de nível superior” o que não abrange o ensino secundário clássico mas antes “o ensino secundário obtido por percursos de dupla certificação ou ensino secundário vocacionado para prosseguimento de estudos de nível superior acrescido de estágio profissional – mínimo de 6 meses“, sendo este o mínimo para se ser elegível.

A Autoridade Tributária será informada pelos estabelecimentos de ensino da lista de estudantes elegíveis.

Quando se aplica o regime?

Destaque-se ainda que o regime só se aplica no ano seguinte ao da conclusão do nível de ensino para garantir que o contribuinte beneficiará do regime em 3 anos completos de rendimentos, algo que nunca aconteceria se o primeiro ano coincidisse com  aquele em que ainda teria estado a estudar e, provavelmente, com pouco meses de rendimentos sujeitos a IRS.

Para beneficiar do regime deverá dar essa indicação no Declaração Modelo 3 de IRS, aquando da entrega do IRS no ano seguinte àquele a que dizem respeito os rendimentos.

Em que se traduz este benefício fiscal?

Os jovens com um rendimento coletável, incluindo os rendimentos isentos, da categoria A, igual ou inferior a € 25.075 (Corresponde a Rendimentos Brutos Anuais (incluindo os isentos), até € 29 179), têm isenção parcial de IRS, de:

  • 30 % no primeiro ano com o limite de €3 291,08 (7,5 x IAS);
  • 20 % no segundo ano com o limite de €2 194,05 (5 x IAS);
  • 10 % no terceiro ano, com o limite de €1 097,03  (2,5 x IAS).

O referido benefício não é cumulativo com o regime dos Residentes Não Habituais (RNH), nem com o regime fiscal relativo ao Programa Regressar (artigo 12. º – A do Código do IRS).

Os limites acima indicados tomaram por referência o IAS de 2020, ou seja, €438,81 e, para anos seguintes deverão ser atualizados aos valores do IAS do ano respetivo. Para 2021, não haverá modificações pois o valor do IAS 2021 manteve-se estável, em função da inflação ter encerrado o ano de 2020 em zero.

Sublinhe-se que esta isenção só pode ser utilizada uma vez pelo mesmo sujeito passivo.

Para mais informação seguir o seguinte caminho uma vez no Portal das Finanças > Informação > Apoio> Questões Frequentes > Respostas às Questões Frequentes (FAQ) > IRS > Rendimentos/Deduções/Taxas > Benefícios Fiscais

Fonte: Economia e finanças

Outras Notícias

 

Fevereiro 25, 2021

Quer saber quando prescreve uma dívida? Conheça aqui todos os prazos

Ler notícia

Agosto 30, 2019

Mercado europeu cresceu em julho com aumento dos elétricos e redução do diesel

Ler notícia

Março 27, 2018

Eis o novo Mercedes CLS

Ler notícia