Mercado nacional online de usados cresceu 76,8% em março - TD Crédito

Abril 29, 2021

Em março, o mercado nacional online de usados cresceu 76,8%.

Estes são dados do INDICATA, que revela que relativamente ao mesmo mês de 2020 – quando foram impostas as primeiras restrições para combater a pandemia da Covid-19 – março apresenta um crescimento de 33,4% na venda de usados relativamente a fevereiro, após a queda mensal de 13,4% verificada em fevereiro.

De notar, embora as vendas em todas as idades tenham crescido, o aumento de 59% nos usados mais recentes (com menos de um ano).

Quanto a tipos de energia, os usados a gasolina continuam a vender mais rápido com a rotação de stock a 4,8x (aumento de 39% relativamente a fevereiro), destaca o INDICATA.

Já os veículos 100% elétricos apresentam uma oferta desafogada com o stock a vender “muito lentamente”, diz o Observatório, sendo a sua rotação de apenas 2,5x.

Dados apontam para um escoar mais rápido de motorizações a gasolina face ao diesel. No entanto, o veículo até aos quatro anos de idade a vender mais rápido em março foi o Opel Zafira diesel a 11,6x. Depois foi o Dacia Duster a 10,4x e o Fiat 124 a 9,0x.

Vendas de usados na Europa

Um ano depois da Covid-19 ter sido declarada uma pandemia pela Organização Mundial de Saúde, o volume de vendas de usados na Europa disparou 49,1%.

Embora a maioria dos países analisados pelo Observatório INDICATA sofra ainda de algum tipo de bloqueio ou confinamento, o último ano serviu para os retalhistas melhorarem as suas lojas online.

É por isso que este aumento de 49,1% em termos homólogos era já algo esperado.

Áustria e Itália foram os países que registaram os maiores aumentos nas vendas em termos homólogos, com taxas de crescimento na ordem dos três dígitos – há um ano eram os dois países com a maior taxa de declínio, com quebras de 41,6% e 43%, respetivamente.

Os stocks

O aumento de vendas de usados online está a levar a um aumento do stock usado anunciado, enquanto os preços dos automóveis usados em vários mercados estão a aumentar.

França é um bom exemplo, diz o INDICATA.

Os níveis de stock online têm vindo a aumentar nos últimos dez meses, o que resulta num aumento de 43,5% relativamente ao ano anterior.

Mercados como o polaco, por exemplo, vivem situação inversa, uma vez continuam a enfrentar as restrições de abastecimento, impedindo assim as vendas e impulsionando os valores dos veículos usados.

Excluindo o Reino Unido, a dimensão do stock a entrar em abril é apenas 1,7% inferior à do ano passado, o que indica que há stock mas não necessariamente “nos lugares certos, o que terá um impacto negativo na rentabilidade”, refere o INDICATA.

Quanto ao mercado britânico, em baixa de 2,0% em termos homólogos, é opinião do Observatório INDICATA que a posição global em todos os mercados está alinhada, estando apenas em consideração o facto de a circulação de stock em toda a Europa continental não estar a acontecer tanto durante a pandemia como noralmente, o que pode causar problemas em alguns mercados.

Fonte: Fleet Magazine

Outras Notícias

 

Maio 28, 2021

Vendas de carros novos na Europa disparam 256%

Ler notícia

Junho 29, 2018

Vai de férias? Não se esqueça de fazer uma revisão ao carro!

Ler notícia

Outubro 29, 2020

Mercado automóvel europeu cresce pela primeira vez em setembro desde início da pandemia

Ler notícia