Com motorizações PHEV e mais sex-appeal. Peugeot apresenta a nova 308 SW - TD Crédito

Junho 30, 2021

Depois do hatchback, a Peugeot acaba de dar a conhecer, de forma oficial, a nova carrinha 308 SW, cuja chegada das primeiras unidades a Portugal está prevista para o início de 2022. Nesta nova geração, maior, mais tecnológica, com motorizações PHEV e, também fruto dessa opção, com um sex-appeal renovado.

Baseada, tal como o hatchback, na plataforma EMP2, a nova Peugeot 308 SW anuncia um crescimento de 6 cm (4,64 m) no comprimento face à geração anterior, assim como uma redução de 20 mm na distância ao solo. Isto, graças a um corpo em que o pára-brisas surge mais reclinado, também como forma de contribuir para um perfil mais dinâmico (o coeficiente de aerodinâmica é agora de 0,27 Cx), e os eixos estão agora mais próximos dos limites do carro, com a carrinha da Peugeot a anunciar 2,73 m de distância entre ambos.

Este posicionamento não evita, contudo, que o modelo apresente, por exemplo, uma traseira, a partir do eixo de trás, mais esticada (+21 cm) do que no hatchback, como forma de garantir uma capacidade de carga que, não sendo referência no segmento, atinge os 608 litros, ou 1.634 l, já com as costas dos bancos traseiros rebatidos 40:20:40. Sem esquecer a funcionalidade acrescida decorrente da inclusão de um portão traseiro, não apenas generoso, mas também de accionamento elétrico, e a que se junta um piso a poder ser colocado numa de duas posições.

Com o novo i-Cockpit

Passando ao capítulo da tecnologia, o destaque, natural, para a nova versão do Peugeot i-Cockpit, a qual contempla um novo volante compacto, um painel de instrumentos digital 3D de 10″, mais um ecrã táctil de alta definição com a mesma dimensão e novos botões no controlo de climatização, a que a marca chama de i-toggles.

Igualmente disponível, mas só a partir do início de 2022, o novo pack de ajuda à condução Drive Assist 2.0, o qual inclui Cruise Control adaptativo com função Stop and Go (com caixa de velocidades automática EAT8) e a ajuda à manutenção do veículo na faixa de rodagem, ao mesmo tempo que adiciona três novas funções para vias com dupla faixa de rodagem: mudança semiautomática de faixa, recomendação antecipada da velocidade e adaptação da velocidade em curva.

Já com motorizações híbridas plug-in

Finalmente e passando às motorizações, uma oferta idêntica à do hatchback e na qual assumem particular destaque as versões híbridas, HYBRID 225 e-EAT8 e HYBRID 180 e-EAT8. Ambas com tracção apenas dianteira, motor Puretech a gasolina (com 180 e 150 cv respectivamente), um motor elétrico de 81 kW acoplado à caixa automática e pack de baterias de 12,4 kWh. Com a diferença a surgir, por exemplo, na autonomia elétrica – 59 km a versão de 225 cv de potência combinada, 60 km a de 180 cv.

Quanto a carregamentos das baterias, a Peugeot anuncia 1h55 a partir de uma Wall Box com uma potência máxima 7,4 kW , 3h50 através de uma tomada reforçada de 16A, e 7h05, numa tomada standard de 8A.

Contudo, também disponíveis, os já conhecidos blocos a gasolina PureTech 110 cv CVM6, PureTech 130 cv CVM6 e PureTech 130 cv EAT8, além das ainda hoje muito procuradas versões Diesel – BlueHdi 130 cv CVM6 e BlueHdi 130 cv EAT8.

A terminar, recordar apenas que a nova Peugeot 308 SW será produzida na fábrica agora da Stellantis em Mulhouse, França, sendo que as primeiras unidades deverão chegar a Portugal no início de 2022.

Fonte: Turbo

Outras Notícias

 

Julho 31, 2019

Truques para acabar com as “derrapagens” nas férias

Ler notícia

Setembro 29, 2020

Fim das moratórias: E agora?

Ler notícia

Junho 28, 2019

Maio 2019: balanço do mercado automóvel. Ranking dos modelos mais vendidos, combustíveis e segmentos mais desejados

Ler notícia